100 orgulhosos anos olímpicos

by Be-Blogger Portugal on: Julho 25th, 2012

Foi há pouco mais de duas semanas que foi inaugurado por Lisboa o Museu Nacional do Desporto. Em vésperas de Jogos Olímpicos esta é uma inauguração que faz todo o sentido, até porque (para quem ainda não sabe) este é o ano em que Portugal comemora 100 anos de participação nos Jogos Olímpicos.

Fomos então visitar a exposição “100 anos de Participação Portuguesa nos Jogos Olímpicos: 1912-2012”.

A surpresa começa ao entrar no Museu. Para quem costuma passar pelos Restauradores provavelmente nunca deu muita atenção ao Palácio da Foz. É um edifício lindíssimo, é claro, mas para quem o vê de fora, é apenas mais uma das fachadas bonitas desta praça. Agora o seu interior, e principalmente o pátio interior que dá entrada ao local onde está alojada a exposição, isso sim, deixa-nos sem palavras.

E este encantamento e falta de palavras não cessam após entrar na exposição. O espaço pode não ser muito grande (apenas meia dúzia de salas), mas está repleto de algumas das maiores conquistas e vitórias dos Portugueses no mundo do desporto. Repleto de momentos que cortaram a respiração a 10 milhões de pessoas e dos nomes que os protagonizaram, e que ficarão para sempre na lembrança de um povo.

Ao entrar na sala principal da exposição somos logo confrontados com, de um lado a vela e leme do Europe usado por Joana Pratas nos jogos de 2004, e do outro por uma série de exemplares dos fatos oficiais dos atletas – desde um simples blazer azul com um emblema (algo que rústico) de Portugal usado nos anos 50 em Helsínquia, até ao conjunto bege e vermelho dos jogos de Pequim em 2008.

E depois é continuar a explorar … desde o quadro completo com as caras de todas as medalhas portuguesas, passando por formulários de inscrição nos jogos preenchidos no ano de 1912, passando por retratos ou material usado ao longo dos 100 anos na competição – está lá tudo! Algumas “relíquias” têm um lugar de destaque é claro, como por exemplo a roupa usada por Rosa Mota em 88, os sapatos com que Nelson Évora deu o seu salto de Ouro em Pequim e várias medalhas ganhas pelos atletas Portugueses ao longo dos anos.

Para acabar a exposição, um corredor exibe os posters dos vários anos. Desde o poster rústico dos primeiros Jogos Olímpicos da actualidade, realizados em Atenas em 1896, até ao moderno logotipo de Londres, que a partir desta sexta invadirá o mundo.

Neste corredor temos ainda uma das coisas mais curiosas da exposição. Por baixo do poster de cada país encontramos o nome dos atletas Portugueses que participaram nesses jogos. E se em 1912 a lista é curta, com apenas 6 nomes, este número vai crescendo de ano para ano, ocupando cada vez mais espaço de poster para poster, até chegar quase aos 80 atletas nos jogos de 2008.

Saímos do Museu um pouco mais orgulhosos do que entrámos. E agradecemos a todos os Atletas Portugueses por este orgulho, e por mostrarem que num país tão pequeno, num grupo de uns meros 10 milhões (que noutros países é a população de uma só cidade), encontram-se muitos que estão entre os melhores do mundo.

O Museu fica localizado no Palácio da Foz, nos Restauradores, e a entrada é livre até ao final do ano. Por isso, a todos os leitores que tenham a oportunidade, aconselhamos uma visita!

 

 
 

leave your comment