Receitas portuguesas de Natal

by Be-Blogger Portugal on: Dezembro 19th, 2012

De todas as diversas tradições que envolvem as comemorações natalinas, o ponto auge do Natal é o hora da Ceia. Esse é um dos momentos mais importantes do festejo, pois é quando a família se reúne para agradecer pela vida, pelas graças concedidas e pelo nascimento e sacrifício de Jesus Cristo. A ceia natalina é sempre farta e com diferentes tipos de pratos. Em baixo deixamos algumas sugestões de natal que tantas saudades nos deixam da consoada em casa da avó onde o cheirinho do peru ou do bacalhau já se fazia sentir à porta de casa.

Arroz com Amêndoas: Refogue o arroz com a cebola, o alho e o óleo; adicione água.
Deixe a água secar em fogo baixo, se necessário, coloque mais um pouquinho.
Separadamente, coloque as amendoas com a manteiga na frigideira e doure levemente.
Finalize o arroz, misturando as amendoas e a salsa picada.

Tender de Natal:Coloque num recipiente o suco de laranja, o vinho branco e a calda de abacaxi. Adicione o tender, cubra com filme plástico e leve à geladeira. Deixe marinar por mais ou menos 12 horas. Logo após, coloque-o numa assadeira, cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por 20 minutos. Retire a assadeira do forno. Remova o papel alumínio do tender e pincele toda a sua superfície com o mel. Coloque o tender no forno e deixe por mais 20 minutos, regando a cada 3 minutos com o líquido da marinada, ou até que a sua superfície fique dourada. Retire o tender do forno e faça alguns cortes, com uma faca afiada, na sua superfície. Espete um cravo em cada cruzamento dos riscos. Coloque o tender no centro de um prato e distribua as rodelas de abacaxi ao seu redor. Coloque uma flor dentro de cada fatia de abacaxi e sirva a seguir.

O Panetone é um dos maiores símbolos do Natal. Trata-se de um doce de origem italiana, com frutas secas e um leve sabor de baunilha. Segundo a lenda, um padeiro italiano chamado Toni havia criado um pão diferente para poder impressionar seu sogro, a partir daí, surgiu o pão do Toni (panetone). O Panetone é submetido a um processo de fermentação natural, fator responsável por deixar o doce com uma consistência bastante macia. Existem algumas variações da receita original do Panetone, como o Chocotone, o Sorvetone e a Colomba Pascal.


Bacalhau de Natal:Retire o excesso de sal do bacalhau e coloque-o no leite. Refogue as cebolas cortadas em meias luas juntamente com o alho e pimentão em tiras em ¼ de azeite. Coloque o louro e a salsa. Coloque o bacalhau sobre o restante do azeite e cozinhe. Junte ao bacalhau o refogado inicial e leve ao forno. Após cozinhar decore com o purê de batatas e ovos cozidos picados, juntamente com amêndoas laminadas. Retorne ao forno para dourar e sirva com azeitonas a gosto.

Bom apetite e BOM NATAL!

 
 

Leave your comment

 Cabaz Benetton

by Be-Blogger Portugal on: Dezembro 12th, 2012

Chega a ansiedade das compras, confusão das lojas, presentes a serem embrulhados a cada esquina, e ainda muito por decidir. Fizemos um cabaz Benetton para dar algumas ideias, e ajudar a escolher o presente perfeito.

Uma linha de malas duras e coloridas é um must-have prático e vibrante para 2012.

 

Um gorro peludo será sempre um acessório desejado pelos mais novos, e sem dúvida um presente muito especial para o filho mais novo, ou sobrinha especial.

O lenço ou os óculos, serão sempre boas apostas para o genro mais moderno, ou para um namorado fashion.


Sem dúvida um must-have para este inverno frio, um casaco de pele com forro de carneiro. Fácil de conjugar e sempre uma boa aposta.


Este chapéu de inverno para proteger do frio, chuva, vento, entre outros é um desejo de qualquer mulher que preze pelo seu closet.


As férias de Natal estão a chegar e trazem com elas a magia das luzes e um encanto a que nenhum adulto ou criança consegue resistir. Aqui estão os melhores acessórios e peças para uma temporada de férias no frio, seja na neve ou na cidade, mas que seja sempre inesquecível e colorido como só a Benetton sabe ser.

 
 

Leave your comment

 The color run

by Be-Blogger Portugal on: Novembro 28th, 2012

Esta é uma experiência ímpar que se concentra menos na velocidade e muito mais num momento colorido de diversão entre amigos e família.

Os participantes têm todas as idades, formas e feitios mas todos eles são brindados com muita cor ao longo da prova… estes cinco quilómetros constituem uma corrida incomparável, em que não só a cor, mas também o riso, a alegria e o convívio são comuns a cada uma dos participantes.

Os participantes começam com uma t-shirt branca, cada quilómetro é associado a uma cor, e assim vão sendo completadas as “Color Run Zones”. No final os corredores coloridos ficam para comparar pinturas e permanecer no animado convívio.

Os produtos são 100% naturais e seguros e a tinta em pó atirada aos concorrentes é constituída essencialmente por produto alimentar, não representando qualquer perigo e sendo facilmente lavável.

Foi Matosinhos a cidade eleita para decorrer a primeira Color Run da Europa. Este evento terá lugar dia 9 de Março de 2013.
As inscrições irão abrir em Dezembro, dando lugar ao roteiro ibérico dos “cinco quilómetros mais felizes do planeta” começando a Norte e alargando-se depois a outras cidades portuguesas e espanholas.


Jorge Azevedo é o organizador e destaca que o forte impacto deste evento em Portugal, nomeadamente a página do facebook já conquistou 14 mil seguidores em vinte dias, o que significa 400 mil pessoas alcançadas: “Mais de 25 mil pessoas viram já os nossos vídeos e, em duas semanas, cinco mil inscreveram-se na mailing list… As pessoas têm mostrado uma enorme curiosidade sobre a corrida e uma grande vontade de fazer parte deste momento único”, acrescenta, sublinhando que o “buzz” gerado nas redes sociais é revelador da adesão que a prova terá em Portugal.

The Color Run é uma corrida que tem tido enorme sucesso nos Estados Unidos da América e na Austrália, começando agora a conquistar os Portugueses. Prevendo-se que o evento chegue também à Grande Lisboa, Coimbra, Guimarães, Algarve e a diferentes cidades espanholas.

 

 
 

Leave your comment

 Bebidas de Portugal

by Be-Blogger Portugal on: Novembro 21st, 2012

Dedicamos esta semana Benetton a 5 bebidas e licores tradicionais portuguesas, que irão certamente ser boas ideias para presentes ou para receber os convidados nesta época natalícia, sendo assim uma boa oportunidade para oferecer produtos tipicamente portugueses.

 


MOSCATEL é o nome dado a uma variedade de uva bastante adocicada, vários vinhos e espumantes são produzidos através desta uva. Em geral, acompanham muito bem sobremesas ou gelados. É uma uva que tem como característica não perder a sua identidade durante a fermentação. Os Moscatel de Setúbal são exuberantes, doces, de gosto poderoso e melado, sugerindo a sua utilização para acompanhar por exemplo um pato com mel.


JEROPIGA é uma bebida típica portuguesa que adicionando aguardente ao mosto da uva para parar a fermentação fica uma bebida mais doce e alcoólica que o vinho. Esta bebida e água pé acompanhavam tradicionalmente os magustos, as festas de boas-vindas às castanhas mas como a sua produção era caseira foram proibidas por lei. Na zona de Castelo Branco costuma-se preparar adicionando um litro de aguardente a cada três de mosto, agitando o garrafão e deixando repousar até ao magusto.


AMARGINHA é uma bebida tradicional do Algarve que é obtida através de uma antiga receita de licor de amêndoa amarga, podendo ser apreciada como aperitivo, digestivo ou cocktail. A produção da Amarginha começa na rigorosa selecção dos seus ingredientes e acaba num período de maturação efectuado em cascos de carvalho e amazona, conferindo-lhe estabilização e riqueza de aromas incomparáveis e inconfundíveis.

 


GINGINHA é um licor obtido a partir da maceração da fruta da ginja, fruta semelhante à cereja e muito popular em Portugal, especialmente em Lisboa, Óbidos, Alcobaça e Algarve. Costuma servir-se com fruta partida no fundo do copo, popularmente dito “com elas” ou “sem elas, quando pura.


Conta a história que o LICOR BEIRÃO nasceu nos finais do século xix, em que um caxeiro-viajante de vinhos do Porto, de passagem pela Lousã, se apaixona pela filha de um farmacêutico com quem acabou por casar. Na farmácia para além dos medicamentos habituais, eram comercializadas fórmulas antigas mantidas em segredo. O jovem vindo do norte leva a cabo a produção dos néctares, pelos mesmos processos artesanais, numa pequena fabriqueta. Em 1929 batiza-se o licor de licor beirão. Desde então fabricado por ele e pela mulher, as vendas deste licor nunca pararam de crescer e tornaram-se actualmente num licor de grande sucesso.

 
 

Leave your comment

 1ª edição Lisbon Week

by Be-Blogger Portugal on: Novembro 7th, 2012

A primeira edição de Lisbon Week aconteceu entre 22 a 28 de Outubro associado à Fundação Agir Hoje-IPSS na criação do Hotel Social.

Durante 7 dias, foram descobertas 7 rotas cada uma dedicada a um tema: Arte, História, Panorâmica, Gastronomia, Música, Moda e Tradição, cada rota representada por um embaixador: José Avillez, José Cabral, Zé Pedro dos Xutos e Pontapés, Isabel Sarmento, João Botelho, Carlos Coelho e José Sarmento de Matos, que mostraram a todos os presentes a cidade das 7 colinas.

Cada rota tinha distintos Pontos de Partida: Miradouro São Pedro de Alcântara, Praça Camões, Largo de São Paulo ou Martim Moniz e todas elas sendo angulo de visão para as melhores vistas da cidade.

O objectivo do evento teve como objectivo trazer dinâmica a Capital, promover o turismo e atrair novos olhares, servindo de palco para novos projectos, produtos e artistas portugueses, e por outro lado pretendeu incentivar o comércio mobilizando restaurantes, lojistas e profissionais da arte.

Lisbon Week veio proporcionar animação e dinamismo nas ruas de Lisboa. Assim, bloggers, designers e apaixonados do mundo da moda e das artes vem aliar o projecto cultural à solidariedade.
O conceito ligado à procura de contentamento e felicidade conta ainda com poesia, dança, desenho, workshop criativos, contos e diversas dinâmicas de autoconhecimento e introspeção.

 
 

Leave your comment

 Casas assombradas de Portugal

by Be-Blogger Portugal on: Outubro 31st, 2012

Nesta quinta situada na Quinta das Conchas viveu Francisco Mantero Belard entre 1897 a 1927. É uma casa senhorial que faz lembrar as velhas mansões coloniais. No seu interior longas galerias, belas salas com inúmeros frescos e móveis de muito valor. A mansão construída por três pisos, uma bonita fachada e enorme escadaria e ainda uma torre. Na altura não foi possível visitá-la, agora percebe-se porquê. Lá vivia a mulher de Francisco, ele havia-a conhecido em S. Tomé e Príncipe e trouxe a nativa com quem acabou por ter uma jaula. Mais tarde, mandou prende-la numa jaula de 2 metros. Após dezenas de anos em cativeiro, a jovem enlouqueceu. Diz a lenda que a casa está assombrada pelo fantasma da louca e que guarda um tesouro cheio de relíquias trazidas de África.

O casarão antigo está fechado há anos porque ninguém consegue permanecer muito tempo dentro dele, em breve irá ser demolido. A casa oferece todo um imaginário fantasmagórico, e quando recebe visitas, as pessoas e mesmo os cães que as acompanham (dizem que os animais são muito sensíveis a actividades paranormais) recusam-se a subir para o segundo andar. Onde dizem ter sido outrora o local de exorcizações e assassinatos.

Esta casa é a lenda e o terror desta cidade do Algarve. Desde sempre que os habitantes de Olhão crescem a ouvir dizer para nunca entrarem nesta casa porque esta assombrada, e a forças dos espíritos malignos não permite que esta seja destruída. Agora os rumores são outros, a câmara quer mandar abaixo esta casa onde dizem que outrora morreu num incêndio pouco explicito a família mais rica da zona, mais tarde outra família mudou-se para lá e o incidente repetiu-se, exactamente com os mesmos contornos…

Em 1849 a futura Viscondessa da Regaleira adquiriu a quinta das loureiras para aí construir uma casa segundo os modelos românticos ingleses assim como um exótico jardim romântico – Beau Séjour. O jardim, muito marcado pela presença de tanques, ilhotas, lagos, coretos e caramanchões, e devido aos jogos de luz/sombra entre as clareiras e a densa vegetação. Reza a lenda que a sua sobrinha herdeira após a sua morte, viveu uma saga de inúmeros desgostos amorosos de traições e assassinatos, da qual não conseguia ver-se livre, acabando por isolar-se até ao fim da sua vida no Palácio amaldiçoado.

Este hotel situado na Praia da Rocha, em Portimão é já um local onde várias gerações de funcionários avistaram um fantasma, tendo sido porto de abrigo de fugitivos da altura da II guerra mundial descobriu-se que um dos funcionários tinha guardado cartas por enviar de hóspedes estrangeiros, o hotel tratou de as encaminhar e recebeu mais tarde respostas de netos e bisnetos dos destinatários. Dizem que os espíritos aprisionados dos antigos destinatários durante a noite soltam gemidos, lamúrias inexplicáveis, pancadas nas paredes a meio da noite e o fantasma da ex-proprietária a atravessar corredores e a tirar o sono a muitos dos seus antigos funcionários. Estes ruídos só aconteciam no quarto 108, onde ela falecera.

 

 
 

Leave your comment

 “No dia de S. Martinho, castanhas, pão e vinho”

by Be-Blogger Portugal on: Outubro 24th, 2012

O verão de S. Martinho, é a lenda mágica do Outono. Naqueles dias de frios e chuvosos, em que os casacos começam a sair dos armários e as castanhas são o nosso regalo, eis que surgem dois ou três dias com um sol pleno e inexplicável que nos traz uma lufada de boa energia e alegria.

Celebrado a 11 de Novembro, o dia de S. Martinho é uma das celebrações que marcam o Outono. A lenda de S. Martinho fala da longa e dura viagem de um soldado romano desde Itália até à sua terra natal, em França. Ao passar as montanhas frias e conturbadas dos Alpes, num dia de chuva e trovoada o cavaleiro encontra ao longe um homem caído no chão. Ao aproximar-se apercebe-se que o indivíduo estava esfomeado, a pouca roupa que tinha estava rasgada e estava a tremer de frio, apenas conseguia estender a mão para pedir esmola.

S. Martinho como não tinha dinheiro, desceu do seu cavalo e retirou dos ombros o manto encarnado que trazia como protecção contra o frio e chuva torrenciais. Com a sua espada cortou o manto ao meio, e deu uma das metades ao mendigo.

Nesse instante, a chuva parou de cair, as nuvens afastaram-se e deram lugar a um sol milagroso e radiante, tornando-se num dia de verão.

A tradição de S. Martinho e o seu tempo magnífico vem celebrar a bondade de S. Martinho, assim a tradição mantem-se sem deixar esquecer as boas acções, nesta altura é costume assar as castanhas e beber vinho novo produzido com a colheita do Verão anterior.

 
 

Leave your comment

 Carnaval de Torres Vedras

by Be-Blogger Portugal on: Fevereiro 22nd, 2012

Contrastando com as temperaturas mais baixas que o costume, o mês de Fevereiro é sem dúvida um dos meses mais coloridos e quentes em Portugal. Com o Dia dos Namorados e o Carnaval a acontecer muito próximos um dos outro, existem muitas razões para celebrar as cores da vida, da alegria e do amor!

Com as origens que remontam à Grécia Antiga, o espírito contagiante do Carnaval espalhou-se pelos quatro cantos do mundo, adaptando-se às várias realidades sociais e culturais. Os exemplos mais mediáticos internacionalmente são o Carnaval do Rio, o Carnaval de Veneza ou o Mardi Gras de Nova Orleães. No entanto há tradições de Carnaval em muitos locais de Portugal. Assim hoje dedicamo-nos ao carismático Carnaval de Torres Vedras – O Mais Português de Portugal.

Fortemente inspirado pelo teatro, o Carnaval de Torres utiliza a máscara como um pretexto não só para transformar e quebrar as regras vigentes, mas também para inverter a ordem social e desafiar os dogmas.

Para além dos tradicionais cabeçudos e carros alegóricos, as ‘’matrafonas’’ (homens disfarçados de mulher) por sua vez são um dos ícones mais marcantes do Carnaval de Torres, que para além de serem um forte elemento satírico, demonstram ainda a capacidade de renovação mantendo-se fiéis à tradição.

O Carnaval de Torres tem um ambiente único, com as suas próprias regras e as suas próprias tradições. Este é um Carnaval diferente, destinado às pessoas que não têm receio de desafiar as regras. Assim neste dia tão divertido em todo o mundo dedicamos o nosso artigo a esta tradição portuguesa cheia de cor e diversidade porque … É Carnaval e Ninguém Leva a Mal!

 
 

Leave your comment

 MoMA and Portuguese Design

by United Blogs of Benetton on: Maio 14th, 2010

The very prestigious MoMA – Museum of Modern Art of New York has a project that joints in one event their popular and very famous Merchandising Department (that runs the MoMA Design Stores of NY, Tokyo and Online) and the cultural programing department: The Destination Design Series. This project gathers design products from one country and features them on an expo on their stores and sell during the summer months these objects on their stores.


Since 4 years ago, this NY Institution features during May, June and July, on all the 5 stores (3 at the Big Apple, 1 in Tokyo and another online) the best of the design of an “Emergin Country” on the Design World. “Destinations” like Corea, Japan and Brasil have been features on previous years, and now Portugal gets all the Spotlight.


Portugal, as the chosen country of 2010, will feature 100 objects all made by and in Portugal. Some labels have produced special editions for this event (like the cork objects of Pelcor) other just remade old series (like LaGa Bag by Krv Kurva).


Portugual Designers and Portuguese Contemporary Products gain relevance on International Design Stage … And That is a Good Reality!

And This is Reality

 
 

Leave your comment

 A Journey into Drinking Wine Emotions

by United Blogs of Benetton on: Maio 8th, 2010

Where does it takes us? It’s a true experience for your taste.
Classic and traditional, contemporary and sophisticated at the same time, wine is a drinking for all occasions and moods. White, rouge, green or rosé, its colors have all different feelings attached.

The wine is surrounded by a very special mystical and its flavor is always one of a strong personality. The great wines are usually the classics, but there are some new ones that already have a very young and wild emotion attached to its taste.


Portugal is the birth place of some of the most exquisite, sophisticated and appreciated wines in the world, and one of our country most enjoyable traditions are the innumerous wine tasting places that we have. At the most popular cafés, or at the most modern standing bars and discos, you always find wine.

Each place has a different style, and therefore a wine to go with it and the attached emotions.

In Portugal there are 11 different wine production regions, hundreds of wine labels, and millions of traditional and modern cellars, and each one of them has a particular taste, a specific feeling attached and, consequently a one of a kind emotion to go with it!
The Wine Journey can get you to places where you’ve never been, not only emotionally but also physically. Vineyards, towns, or gourmet places, all take part on what we call here ‘Rotas do Vinho’ (Wine Routs).

By these routs you get to know a all new country, with a wide range of unique experiences attached that are there for you to live it.
Wine Journey is truly a Portugal with new and strong emotions.

AndThisIsReality

 
 

Leave your comment